sábado, 29 de junho de 2013

ROLANDO PELA INTERNET

MARGARETH THATCHER ESTAVA CERTA...
Sabe quantos países com governo socialista restam agora em toda a União Europeia?
Apenas 3:
1. Grécia 2. Portugal 3. Espanha.

Os 3 estão endividados até o pescoço
.

Por que será, hein?

A esquerda não diz que o socialismo é a solução para o mundo?
Como bem disse Margaret Thatcher, quando. 1ª Ministra da Grã-Bretanha:
"O socialismo dura até acabar o dinheiro dos outros."

"É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade.
Para cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber.
O governo não pode dar para alguém aquilo que tira de outro alguém.
Quando metade da população entende a ideia de que não precisa trabalhar,pois a outra metade da população irá sustentá-lae quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metadeentão chegamos ao começo do fim de uma nação.
É impossível multiplicar riqueza dividindo-a.”

PARA DONA DILMA

Dilma, deixa eu te falar uma coisa! 
Fernanda Melo, médica, moradora e trabalhadora de Cabo Frio, cidade da baixada litorânea do estado do Rio de Janeiro.

Este ano completo 7 anos de formada pela Universidade Federal Fluminense e desde então, por opção de vida, trabalho no interior. Inclusive hoje, não moro mais num grande centro. Já trabalhei em cada canto...

Você não sabe o que eu já vi e vivi, não só como médica, mas como cidadã brasileira. Já tive que comprar remédio com meu dinheiro, porque a mãe da criança só tinha R$ 2,00 para comprar o pão.

Por que comprei?

Porque não tinha vaga no hospital para internar e eu já tinha usado todos os espaços possíveis (inclusive do corredor!) para internar os mais graves.

Você sabe o que é puxadinho?
Agora, já viu dentro de enfermaria? Pois é, eu já vi. E muitos. Sabe o que é mãe e filho dormirem na mesma maca porque simplesmente não havia espaço para sequer uma cadeira?

Já viu macas tão grudadas, mas tão grudadas, que na hora da visita médica era necessário chamar um por um para o consultório porque era impossível transitar na enfermaria?

Já trabalhei num local em que tive que autorizar que o familiar trouxesse comida ( não tinha, ora bolas!) e já trabalhei em outro que lotava na hora do lanche (diga-se refresco ralo com biscoito de péssima qualidade) que era distribuído aos que aguardavam na recepção.

Já esperei 12 horas por um simples hemograma. Já perdi o paciente antes de conseguir um mera ultrassonografia. Já vi luva descartável ser reciclada. Já deixei de conseguir vaga em UTI pra doente grave porque eu não tinha um exame complementar que justificasse o pedido.

Já fui ambuzando um prematuro de 1Kg (que óbvio, a mãe não tinha feito pré natal!) por 40 Km para vê-lo morrer na porta do hospital sem poder fazer nada. A ambulância não tinha nada...

Tem mais, calma! Já tive que escolher direta ou indiretamente quem deveria viver. E morrer...

Já ouvi muito desaforo de paciente, revoltando com tanto descaso e que na hora da raiva, desconta no médico, como eu, como meus colegas, na enfermeira, na recepcionista, no segurança, mas nunca em você.

Já ouviu alguém dizer na tua cara: meu filho vai morrer e a culpa é tua? Não, né? E a culpa nem era minha, mas era tua, talvez. Ou do teu antecessor. Ou do antecessor dele...

Já vi gente morrer! Óbvio, médico sempre vê gente morrendo, mas de apendicite, porque não tinha centro cirúrgico no lugar, nem ambulância pra transferir, nem vaga em outro hospital?

Agonizando, de insuficiência respiratória, porque não tinha laringoscópio, não tinha tubo, não tinha respirador?

De sepse, porque não tinha antibiótico, não tinha isolamento, não tinha UTI?

A gente é preparado pra ver gente morrer, mas não nessas condições.

Ah Dilma, você não sabe mesmo o que eu já vi! Mas deixa eu te falar uma coisa: trazer médico de Cuba, de Marte ou de qualquer outro lugar, não vai resolver nada!

E você sabe bem disso.

Só está tentado enrolar a gente com essa conversa fiada. É tanto descaso, tanta carência, tanto despreparo...

As pessoas adoecem pela fome, pela sede, pela falta de saneamento e educação e quando procuram os hospitais, despejam em nós todas as suas frustrações, medos, incertezas...

Mas às vezes eu não tenho luva e fio pra fazer uma sutura, o que dirá uma resposta para todo o seu sofrimento!
O problema do interior não é falta de médico. É falta de estrutura, de interesse, de vergonha na cara. Na tua cara e dessa corja que te acompanha! 

Não é só salário que a gente reivindica. Eu não quero ganhar muito num lugar que tenha que fingir que faço medicina. E acho que a maioria dos médicos brasileiros também não.

Quer um conselho?

Pare de falar besteira em rede nacional e admita: já deu pra vocês!


Eu sei que na hora do desespero, a gente apela, mas vamos combinar, você abusou!

Se você não sabe ser "presidenta", desculpe-me, mas eu sei ser médica, mas por conta da incompetência de vocês, não estou conseguindo exercer minha função com louvor!

Não sei se isso vai chegar até você, mas já valeu pelo desabafo!

FALANDO DE FUTEBOL

Inúmeros temas e assuntos podem estar ligados ao Futebol. No entanto, pouquíssimas palavras serão necessárias para finalizar este meu argumento sobre o chamado "esporte bretão".
Não obstante os registros históricos de que, há mais de 2 mil anos A. C., os soldados chineses já praticavam um esporte que consistia em chutar os crânios de seus inimigos vencidos e decapitados, evoluindo para o tsu-chu, onde se usava uma bola de couro recheada (chu) que deveria passar por dois bastões fincados no solo (precursores das balizas), com a finalidade de preparar combatentes; insiste-se que o Futebol foi mesmo criado pelos britânicos.
Consideremos, então, essa última afirmativa como sendo verdadeira, para que eu possa apresentar o "argumento" prometido:

Os ingleses ciaram o Futebol; os brasileiros o aperfeiçoaram e embelezaram, com o acréscimo da técnica, da improvisação e do drible; os europeus o enfeiaram, fazendo com que a força física suplantasse a técnica e a arte do drible; e, contemporaneamente,os espanhóis conseguiram transformá-lo no esporte mais chato e maçante do Planeta, ao eliminarem o drible, abortarem a criatividade e abrirem mão da objetividade.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

VOLTANDO ÀS POSTAGENS

Depois de quase oito meses de ausência, volto às atividades neste Blog. Não obstante as graves ocupações diárias, procurarei arranjar um tempo mínimo para manter este espaço atualizado.
 
Na matéria abaixo, considerando os fatos ocorridos nos anos que sucederam a chamada "abertura política" faço um prognóstico de que os baderneiros e homicidas de hoje serão os governantes de amanhã, nestas terras de Pindorama.
 
E, como agora, continuaremos com falsos índios e integrantes dos chamados "movimentos sociais" invadindo e destruindo fazendas; traficantes comandando territórios; milhões de jovens delinquentes e viciados; ladrões ocupando prefeituras, palácios, assembleias   e o Congresso Nacional; a Saúde e a Educação públicas aos trapos; e a insegurança campeando pelas ruas, enquanto os verdadeiros cidadãos mal podem sair de suas casas.
 
Souza Neto 

FOTOS DOS FUTUROS GOVERNANTES DO BRASIL

Entusiasmados pelos exemplos dos terroristas, assassinos, sequestradores e ladrões de bancos atualmente em todas as esferas de poder no Brasil, estes certamente almejam ocupar os mesmos cargos num futuro bem próximo.

  
 



No palanque de campanha, declinarão todos os atos de vandalismo e de afronta ao Direito e às Leis que perpetraram nos últimos dias... e... certamente... serão eleitos e ocuparão os cargos mais elevados da política brasileira, como ocorre hoje!